(62) 9 9546-8331
comercial@jsnengenharia.com.br
Treinamento

Solidworks Básico

Sobre o curso

O curso Solidworks básico é indicado para quem busca aprender os principais recursos deste software CAD (Computer Aided Design) que utiliza tecnologia 3D. Um programa essencial para profissionais de diversos áreas. Confira os principais assuntos abordados ao longo deste curso:

  • O ambiente do Solidworks;
  • Criação de esboços;
  • Utilização de ferramentas para a criação de sólidos;
  • Principais recursos de montagem;
  • Recursos 2D e criação de desenho..

 

 

Aplicação

O curso de Solidworks básico foi criado para profissionais que buscam por especialização no desenvolvimento de desenhos 3D. Uma ótima opção para engenheiros, designers, projetistas e demais profissionais de áreas afins.

 

CONTEÚDO

Sistema - Introdução/ambiente/layout

  • Apresentação do software
  • Painel de ferramentas/árvore de projetos
  • Zoom/vistas
  • Background/modos de exibições
  • Cores/aparência
  • Ambiente de peça - Esboço
  • Planos, linhas, círculos e retângulos
  • Oblongos, aparar, extender e linha de construção
  • Offset, espelhar e converter entidades
  • Relações e dimensionamento
  • Ambiente da peça - Recursos sólidos
  • Resalto e corte
  • Revolução e varredura
  • Padrão circular e linear
  • Filete e chanfros
  • Espelhar
  • Assistente de perfuração

 

Ambiente de montagem - Recursos de montagem

 

  • Inserir componentes
  • Posicionamentos básicos
  • Padrão circular, linear e espelhar

Ambiente de desenho - Recursos 2D de Desenhos

 

  • Geração de vistas e exibições
  • Cortes, anotações diversas, hachuras
  • Cotas e demais elementos de anotação

Simulação em Análise Estrutural por Elementos Finitos (FEA)

Sobre o curso

 

O curso foi preparado para ser a pedra fundamental do treinamento do uso desta tecnologia, para que o profissional possa, no futuro, atuar em projetos de engenharia usando a Análise FEA com a qualidade e confiança que só podem ser obtidas em um treinamento com bom equilíbrio entre conceitos e atividades práticas.

Os custos de materiais e experimentos hoje são muito altos e levam a um período de desenvolvimento que é incompatível com a velocidade de inovação necessária para a sobrevivência das empresas. Simulações CAE (Computer Aided Engineering) são uma parte muito importante na resolução deste problema. Portanto, cada engenheiro deve ser capaz de usar, com competência e confiabilidade, o software CAE comercial.

 

A Análise Estrutural de Elementos Finitos (FEA) permite, por exemplo, o estudo do comportamento de componentes ou conjuntos de componentes sujeitos às condições de operação e cargas planas para essas estruturas. Essa capacidade proporciona rápido desenvolvimento e modificação de projetos e processos, garantindo a qualidade, eficiência e segurança do produto final a um custo muito baixo.

 

Aplicação

 

Profissionais da indústria, estudantes ou professores acadêmicos interessados em iniciar ou aprimorar seu conhecimento em técnicas de simulação para criação e aperfeiçoamento de projetos reais das mais diversas áreas da engenharia.

 

CONTEÚDO

 

  • Introdução à utilização e etapas da análise por Elementos Finitos;
  • Introdução aos conceitos de modelagem direta;
  • Edição de geometria;
  • Extração e geração das superfícies médias e barras a partir das entidades sólidas;
  • Introdução às definição das propriedades dos materiais;
  • Acessórios do Pré Processamento;
  • Carregamentos e Vinculações;
  • Condições Remotas;
  • Juntas;
  • Definição de Simetria;
  • Controles globais de geração de malha;
  • Métodos de Controle de Malha;
  • Conexões da Malha;
  • Controle de qualidade da malha e estimativa de erros;
  • Apresentação dos Resultados.

Desenho Técnico

Sobre o curso

 

O curso de desenho técnico é indicado para quem tem interesse em ler, interpretar e desenvolver representações de desenho técnico. É indicado tanto para quem não tem experiência na área, quanto para quem já atua nesse setor. Confira o que é possível realizar após completar esse curso:

  • Representar projetos por meio de desenho;
  • Fazer a leitura de projetos na área da construção civil, arquitetura e design de projetos e peças;
  • Utilizar de forma correta os instrumentos e suportes adequados.

Aplicação

 

Com habilidades em desenho técnico o profissional é capaz de aprimorar os seus conhecimentos em diversas áreas diferentes, tais como arquitetura, engenharia e construção civil.

 

CONTEÚDO

 

 Introdução ao desenho técnico e caligrafia técnica

  • Conceitos de construção de desenhos e perspectivas de peças e conjuntos - Parte I
  • Conceitos de construção de desenhos e perspectivas de peças e conjuntos - Parte II
  • Conceitos de construção de desenhos e perspectivas de peças e conjuntos - Parte III
  • Desenho técnico - Escalas

Desenho Auxiliado por Computador (CAD)

Sobre o curso

 

O curso de desenho auxiliado por computador e elementos de máquinas é indicado para quem deseja aprender a ler, interpretar e realizar desenhos técnicos. Confira o que você aprende ao longo desse curso:

  • Utilizar ferramentas avançadas do programa AutoCAD;
  • Dimensionamento de elementos estruturais e de máquinas;
  • Normas de segurança vigentes;
  • Elementos de fixação, elásticos, apoio, vedação e apoio.

 

 

Aplicação

 

Este curso é indicado para quem está a procura de especialização ou já atua nessa área , tais como, desenhistas, engenheiros, arquitetos e técnicos em edificações ou em construção civil.

 

CONTEÚDO

 

Desenho auxiliado por computador

  • Introdução ao AUTOCAD
  • Geração de hachuras
  • Configuração de formato de folhas e inserção
  • Configurar cotas no AUTOCAD

Treinamento de metrologia

Sobre o curso

 

  1. Metrologia e instrumentação: Princípios da Medição; Estatística Aplicada a Metrologia; Gestão de Sistemas da Qualidade; unidades e padrões; Incertezas e erros da medição; fontes de erros; determinação do resultado de medição; calibração; ajustagem; aferição; atividades práticas: exercícios de propagação e combinação de erros.
  1. Tolerâncias e ajustes: sistemas furo-base e eixo-base; atividades práticas: escolha do melhor par de ajustes para cada situação de trabalho; calcular ajustes prensados devido a aquecimento e / ou resfriamento; escolha do sistema de medição adequado em função da tolerância especificada; verificação da deformação do sistema de medição devido à forca de medição e variação de temperatura.
  2. Controle dimensional: escalas; paquímetro; micrômetro; blocos padrão; medidores de deslocamento; calibradores; instrumentos auxiliares de medição; atividades práticas: experiências de medição com instrumentos de metrologia. Tópicos Especiais (máquinas e equipamentos especiais); Fundamentos de Sistemas de Controle; Automação da Medição.
  3. Tolerância geométrica e posicional: desvios de forma. desvios de posição. desvios compostos. Atividades práticas: determinação de desvios de forma e posição; representação dos desvios em desenhos técnicos
  4. Controle geométrico: nível eletrônico; autocolimador, laser interferométrico e de alinhamento. Rugosidade superficial: conceitos relativos e forma da superfície. Simbologia. Relação entre acabamento superficial e processo de fabricação. Processos de medição.

 

 

Aplicação

 

Com habilidades em desenho técnico o profissional é capaz de aprimorar os seus conhecimentos em diversas áreas diferentes,

 

CONTEÚDO

 

  • Metrologia e instrumentação: Princípios da Medição; Estatística Aplicada a Metrologia; Gestão de Sistemas da Qualidade; unidades e padrões; Incertezas e erros da medição; fontes de erros; determinação do resultado de medição; calibração; ajustagem; aferição; atividades práticas: exercícios de propagação e combinação de erros.
  • Tolerâncias e ajustes: sistemas furo-base e eixo-base; atividades práticas: escolha do melhor par de ajustes para cada situação de trabalho; calcular ajustes prensados devido a aquecimento e / ou resfriamento; escolha do sistema de medição adequado em função da tolerância especificada; verificação da deformação do sistema de medição devido à forca de medição e variação de temperatura.
  • Controle dimensional: escalas; paquímetro; micrômetro; blocos padrão; medidores de deslocamento; calibradores; instrumentos auxiliares de medição; atividades práticas: experiências de medição com instrumentos de metrologia. Tópicos Especiais (máquinas e equipamentos especiais); Fundamentos de Sistemas de Controle; Automação da Medição.
  • Tolerância geométrica e posicional: desvios de forma. desvios de posição. desvios compostos. Atividades práticas: determinação de desvios de forma e posição; representação dos desvios em desenhos técnicos.
  • Controle geométrico: nível eletrônico; autocolimador, laser interferométrico e de alinhamento. Rugosidade superficial: conceitos relativos e forma da superfície. Simbologia. Relação entre acabamento superficial e processo de fabricação. Processos de medição.
  • Ter domínio sobre as características técnicas e funções de aplicação de sistemas eletromecânicos.
  • Ter domínio sobre instrumentos e aparelhos de ensaios, testes e medições usados na eletromecânica.
  • Ter domínio sobre os termos técnicos utilizados em especificações diversas e no âmbito próprio da manutenção eletromecânica.
  • Ter domínio sobre unidades do Sistema Internacional (SI).

Contato

(62) 9 9546-8331
comercial@jsnengenharia.com.br
Av. Pedro Ludovico Q 16, 14 - Viviam Parque Anápolis - GO, 75135-490